Como criar sua marca pessoal


No mundo em que vivemos atualmente sabemos mais do que nunca a importância de termos uma imagem adequada e de criarmos um diferencial em relação à nossa aparência. E é justamente aí que aparece o conceito de branding pessoal. É importante criarmos uma marca nossa, algo que faça as pessoas lembrarem de nós; e o modo como nos vestimos tem papel fundamental nisto. A ideia do post hoje é ensinar um truque básico de estilo, que até parece bobo (mas que de bobo não tem nada), e que em muito irá ajudá-los a criar e fortalecer sua marca pessoal.

1

A ideia é transformar alguma peça de roupa, acessório ou qualquer outra coisa, em sua marca pessoal. Por exemplo, se você é fã de óculos escuros e não vive sem, comece a investir neles e use um diferente a cada dia. Se você é fã de lenços, invista em diferentes cores e modelos e use um diferente a cada dia, variando a forma de amarrar: um dia no cabelo, outro dia na bolsa, outro dia no pescoço e assim por diante. Desta forma, você estará criando sua marca pessoal. E isso vale para qualquer coisa: uma peça de roupa, uma cor específica, um penteado de cabelo, um acessório (como pulseiras, anéis, sapatos, bolsas, relógios, óculos escuros etc)….não importa. O que interessa é que você goste muito desse item, variando sempre as formas de usá-lo, suas cores e modelos, fazendo dele seu companheiro de todo dia. Dessa forma, sempre que alguém vê-lo irá automaticamente ligá-lo àquele item. É muito comum ouvirmos por aí coisas do tipo: Fulana? Ah sim, aquela que está sempre com sapatos diferentes. Agora lembrei!

Esse truque de estilo vale para homens e mulheres e traz bons resultados para o visual e para a maneira como as pessoas o percebem e lembram de você, criando e fortalecendo sua marca pessoal. Como eu disse, pode ser qualquer coisa, a premissa básica é que você realmente goste do item. Pode parecer algo simples e até bobo, mas acreditem, funciona!

 

Marcia Nakagawa

Executiva do mercado financeiro, formada em Administração de Empresas e pós graduada em Gestão e Implantação da Qualidade Total e também em Finanças. Certificada em Consultoria de Imagem pela Belas Artes SP e em Fashion Image & Styling pelo Instituto Marangoni de Milão. Amante da fotografia digital e moda.

2 Comentários

  1. VIVIANE

    Essa questão de criar sua marca pessoal, funciona bem, mas tb pode causar negatividade no trabalho. Por exemplo se a pessoa gosta muito de um determinado item ( do vestuário, ou outro tipo de item) que não se encaixa bem ao trabalho, pode ser lembrado através de criticas ou brincadeiras. Exemplo: Tenho uma colega que gosta muito de pássaros, ela usa muita roupa com imagens ou desenhos de pássaros, a mesa dela é cheia de bichinhos de plastico ou ceramica. Para alguns passa a impressão de infantilidade.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *