Destaques da Semana de Moda de Paris


Diversas grifes apresentaram as tendências para o próximo Outono/Inverno durante a Semana de Moda de Paris. O evento que começou no dia 25 de fevereiro terminou ontem, 5 de março. Foram 10 dias de coleções que trouxeram para a passarela peças que prezam pelo conforto.

O desfile mais aguardado da temporada foi o da Louis Vouitton. Isso porque seria a  primeira coleção da label sem Marc Jacobs na direção criativa. As criações de Nicolas Ghesquière não seguiram as super produções de Marc Jacobs, mas apresentaram uma mulher jovem e feminina.

O couro foi o destaque do desfile da LV, o tecido compôs blazers, coletes, saias, vestidos e sobretudos. Peças com cintura marcada e efeitos croco foram presença garantida no desfile que apresentou releituras das bolsas clássicas, e botas de couro com saltos largos.

lv

O desfile da Chanel apresentou calças e tops texturizados, leggings e tênis. O cenário montado – um supermercado – foi palco para as peças que sugeriam conforto e praticidade para serem usadas no dia a dia. Na cartela de cores a preferência foi por tons suaves e derivações de rosa.

chaneldesfile

Na coleção apresentada pela Céline, tons sóbrios e saias mídis com fendas marcaram o desfile. Sobreposições de casacos, maxipulls de tricô e estampas em xadrez completaram a coleção.

céline

O xadrez também apareceu nas criações da Yves Saint Laurent. Botas em verniz na altura dos joelhos, chapéus negros e sapatos cintilantes, são a aposta da grife para um inverno inspirado nos anos 60. Silhuetas trapézio, capas, brilho e veludo finalizam a coleção.

saint-laurent-invenro

Dries Van Noten apresentou peças com mix de estampas, saias mídi, e jaquetas esportivas cheias de zíper. Para dar um toque tropical ao inverno europeu, a grife usou estampas de flores monocromáticas. Cores vibrantes como roxo, amarelo, laranja e azul fizeram parte da cartela de cores da grife.

dries-van-noten-invenro-

Com riqueza de texturas e repleta de efeitos visuais, a coleção de Viktor & Rolf apresentou diferentes tipos de recortes. Calças de alfaiataria, jaquetas e casacos de cashmere, compunham o desfile da grife. Viktor & Rolf apostaram na cor cinza para as criações do próximo inverno.

viktor-rolf-

Dior apostou em recortes assimétricos e cores conflitantes. A coleção sugeria uma mulher jovem, cheias de energia e cosmopolita. As criações de Raf Simons apresentaram cores contrastantes e peças naturais do guarda roupas masculino.

-dior

Vinho, floral colorido, e fundos em preto ou verde escuro apareceram no desfile da grife Elie Saab. A coleção  propôs vestidos esvoaçantes e degradês, detalhes de veludo e renda davam mais luxo às peças . As fendas e transparências mostram que a sensualidade é a marca do inverno da grife.

eliesaab

Marcia Nakagawa

Executiva do mercado financeiro, formada em Administração de Empresas e pós graduada em Gestão e Implantação da Qualidade Total e também em Finanças. Certificada em Consultoria de Imagem pela Belas Artes SP e em Fashion Image & Styling pelo Instituto Marangoni de Milão. Amante da fotografia digital e moda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *